Sífilis Congênita – Diagnóstico Laboratorial


A sífilis é uma infecção de caráter sistêmico, causada pelo Treponema pallidum (T. pallidum), exclusiva do ser humano. Evolui de forma crônica, em estágios.

 

Os principais meios de transmissão são através do contato sexual e por via placentária, raramente por transfusão de sangue ou contato com lesões no momento do parto. Quando ocorre a infecção da criança, a partir da mãe, pode ocorrer o desenvolvimento da sífilis congênita. Além da sífilis congênita, são descritas altas taxas de morbidade e mortalidade decorrentes da infecção, podendo chegar a 40% a taxa de abortamento, óbito fetal e morte neonatal.

O Ministério da Saúde admitiu, em outubro/2016, um aumento dos casos de sífilis no Brasil. A maioria dos registros foram no sudeste (62,1%), tendo triplicado nos ultimos 5 anos, e o principal problema é a transmissão de gestantes para os bebês.

Para saber mais, clique aqui e faça o download do nosso informativo.


Voltar

Confira também:




Laboratório Duarte
Rua Ipoema, 165 - Bairro Pará - Itabira - MG
(31) 3831-2250